domingo, janeiro 11, 2009

Obama quebra o silêncio


Cartoon Informations Ouvrières, 28, pag. 2

EUA: Obama cria equipa para abordagem do conflito israelo-palestiniano a partir do dia 20

Washington, 11 Jan (Lusa) - Barack Obama anunciou hoje que vai criar uma equipa para intervir no processo de paz do Médio Oriente "imediatamente" após a sua investidura no próximo dia 20 como novo presidente dos Estados Unidos da América. (ler mais)

in Expresso

4 comentários:

Claudinha disse...

bem...não acredito que o Barak possa agir muito rapidamente...a preocupação americana deve voltar-se para os assuntos internos ...por que a passagem deste furacão a que chamaram Bush fez por todo lado muitos estragos...
O que será que poderia ser feito em pról da paz naquele lugar??? O ódio é tanto..ontem vi no noticiário da SIC uns israelitas que aproveitaram o sábado ( dia sagrado de descanso)para ir até os limites de Gaza para ver o bombardeamento...e em alguns depoimentos via-se a expressão de felicidade em ver a morte ao longe...
Sinceramente ... não estou mesmo a ver um cessar fogo ...
estou com medo... há armamento nuclear...e muita vontade de continuar os massacres...por ambas as parte...

ferroadas disse...

Entretanto o tipo disse que ía encerrar Guantanamo e parece, (qual Sócrates) afinal "ainda" não, a mesma vai-se manter por mais "uns dias", se pensavam que era só o Socrates que prometia e não fazia, enganaram-se.

BJS

Kaotica disse...

claudinha

Tens razão aquilo não é fácil de resolver, como muitas outras coisas tb não parecem ter saída; no entanto se o mundo inteiro fizesse um boicote a todo e qq produto produzido por Israel, se começassem a sentir na pele o que é ser boicotados, isolado, sancionado,penalizado mundialmente, talvez os israelitas passassem a ter mais consideração pelos outros povos e deixassem de achar que têm todos os direitos e todas as razões. BOICOTE ÀS RELAÇÕES COMERICAIS, DIPLOMÁTICAS, CULTURAIS E DESPORTIVAS COM ISRAEL!

Kaotica disse...

ferroadas

Já que me esqueci de dizer aí à claudinha que pela minha parte não tenho a mínima ilusão nesse tal de Obama (que tem a seu favor o mérito e a sorte de vir a seguir à maior nódoa, à pior das anedotas, ao mais imbecil dos crápulas, o que só pode jogar a favor da imagem que à partida Obama leva de vantagem), Guantanamo é apenas o início do dito por não dito (esperemos que eu esteja enganada!). Na verdade já ouvi quem chamasse ao Sócrates o nosso Obama (nosso? chiça!). Não me parece absurda a comparação: ambos bem parecidos, ambos aparentemente simpáticos, ambos pacóvios bem sucedidos na vida e, com o tempo a ver vamos se um ainda consegue apanhar o outro em termos de mentiras (não vai ser fácil bater o nosso pinocadas! mas como na América se faz tudo em grande, talvez uma grande mentira possa bater aos pontos as pequenas reles mentiras do nosso pequeno Socas). O futuro dirá o que o presente já prevê!

Blog Widget by LinkWithin