sábado, janeiro 03, 2009

PROTESTOS EM LISBOA CONTRA O MASSACRE DE GAZA

Citação de: www.resistir.info


Acções de protesto contra o massacre da população de Gaza:

Dia 5 de Janeiro, Largo de S. Domingos (Rossio), 18 horas

Dia 8 de Janeiro, Embaixada de Israel, 17 horas


Estas acções estão a ser convocadas e organizadas pela CGTP, Comité de Solidariedade com a Palestina, Conselho para a Paz, Tribunal Iraque, MDM, Bloco de Esquerda, Associação Abril, FER, Colectivo Rubra, Política Operária, SOS Racismo, Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente, Jornal Gueto, Colectivo Mumia Abu-Jamal, SPGL e outras entidades.

18 comentários:

Anónimo disse...

Alguém me sabe dizer se também se vão manifestar contra os mísseis diários que foram lançados de Gaza contra Israel precisamente?
E contra as atrocidades de MUGABE?

Podem-me dizer a que horas e onde é, se faz favor?
Obrigada

Hurtiga disse...

E contra a estupidez dos comentadores, onde vai ser a manifestação?

Kaotica disse...

caro anónimo

Talvez a Casa Branca o possa informar ou talvez o Blair, representante da UE para os assuntos do médio oriente (onde andará este senhor que não diz nada?), ou ligando para a embaixada Israelita em Portugal. Esses sim poderão talvez informá-lo além de lhe poderem dizer mais precisamente quantas crianças terão ainda que matar antes do cessar-fogo em nome do combate aos terroristas!Talvez lhe possam dizer quanto lhes está a render esta guerra!

Kaotica disse...

Hurtiga

Bom Ano!

Tens razão mas prefiro que a moderação dos comentários seja feita naturalmente pelas reacções que provocam, aliás há comentadores que não passam de meros provocadores. Os seus comentários são o seu cartão de visita, ficamos logo a saber de que fibra são feitos: a estupidez é o apanágio da ignorância!

Anónimo disse...

Ora cá está, a democraticidade no seu melhor.
Não podemos ter a nossa opinião a não ser a que querem que tenhamos.

Temos é de apoiar os TERRORISTAS do Hamas.

Sejam respeitadore(a)s e não tratem mal quem pensa de maneira diferente.
Afinal de contas vocês bem sabem que aquilo que Israel está a fazer é a DEFENDER-SE.

Se um vizinho da vossa casa passasse o dia a atirar com 70 pedras por dia para o vosso quintal, gostava de saber o que fariam.
Pois o Hamas não atirava pedras, atirava mísseis.
Muita paciência tiveram os israelitas.Sejamos VERDADEIROS.

ADMIRO AQUELE POVO, pela sua coragem, valentia e democracia. No meio daqueles árabes todos a querem-nos DESTRUIR e ELIMINAR o seu país do mapa, continuam a resistir com a maior HEROICIDADE.
Todos juntos contra Israel, não valem um caracol.

Dou aqui por encerrada a minha intervenção. Já vi que vocês não são gente séria, capaz de ouvir uma opinião diferente, por muito que vos desagrade. E sei que ficam felizes por isso. Gosto de vos ver felizes!

VIVA ISRAEL!!!

Hurtiga disse...

Kaótica,

Bom ano também para ti!

Para compor o ramalhete, voltou no seu melhor!

Quando a cegueira tapa os olhos, não há clarão que faça ver!

Kaotica disse...

Que pena este senhor(a) anónimo(a) não ser vizinho dos Israelistas!

Kaortiga disse...

Até k enfim k encontro alguém a dizer a verdade e sem complexos de esquerda.
Que pena a kaotica não viver ao lado de Gaza para levar com uns roketes várias vezes ao dia no prato da sopa.
Talvez então soubesse o que é um DIREITO DE RESPOSTA.
Parabéns anónimo(a) não desista, volte!

mescalero disse...

Anónimo,

Não são misseis mas rockets de fabrico caseiro o que o hamas está a mandar para Israel. Misseis é o que o exército israelita despeja em Gaza.

Se o seu vizinho lhe atirasse 70 pedras por dia acharia bem entrar em casa dele com um pistola e matá-lo? Que sentido é que isto faz?

O Hamas é uma organização terrorista que só faz mal ao seu próprio povo. O anónimo é capaz de dizer o mesmo do Estado de Israel que faz muito pior, com muito mais violência?

TIMOR disse...

E se tal se manifestassem também quando há ataques terroristas em solo israelita, tais como explosões de autocarros, os ditos mártires que se deixam explodir em supermercados , cafés , hotéis, etc, etc...? Também são bombinhas de carnaval?
Vamos ser sérios e dizer que há culpa dos dois lados!
Quando Israel abandonou Gaza em 2005 (ainda na era Sharon, destruindo os kibutz dos colonos judeus, fazendo-os regressar a solo israelita)e entregou o poder à autoridade palestiniana, o que aconteceu? Um golpe de Estado do Hamas , que numa luta fraticida com a Al Fatah do Presidente Mamoud Abbas (Abu Mazem) tomou o poder à força das armas iniciando toda uma série de atentados em terras judaicas e lançando mísseis e rockets sobre solo judeu (e matando gente...), fazendo tunéis e mais tunéis para introduzirem material bélico em Gaza, nao respeitando a (pseudo)trégua que fizeram com o Estado hebraico e colocando o seu arsenal bélico e os seus homens no meio da população civil (pois sabiam que em caso de retaliação israelita iriam ter o poder das imagens do seu lado).
Uma coisa é certa: só haverá paz na região se ambos os povos se reconhecerem mutuamente como estados independentes e à luz do direito internacional encontrarem mecanismos que os façam viver em paz como estados vizinhos. Por que não um estado de Israel, convivendo em paz e harmonia com um estado palestiniano (Cisjordânis + Faixa de Gaza? ?Porque não?
Penso que só à luz destes princípios e franca convivência e harmonia se conseguirá ue Israel volte às suas fronteiras de antes da guerra dos seis dias e devolva inclusivamente os Montes Golão ao Egipto.

Daniel Braga

ferroadas disse...

Essa de terrorista já foi chão que deu uvas. Pergunto ao anónimo: quem afinal são os terroristas? o que é terrorismo?

terrorismo
sistema de governar pelo terror e com medidas violentas;

actos de violência praticados contra um governo, uma classe ou mesmo contra a população anónima, como forma de pressão visando determinado objectivo;

forma violenta de luta política com que se intimida o adversário;

modo de impor a vontade por meio da violência e do terror.

Não é isto que fazem os sionistas?

Como alguém aqui disse: se alguém entrar em sua casa à pedrada você responte com um canhão?
aqui quem é o terrorista?

Repare, se alguém invadir e ocupar a sua casa, ponha e disponha dela quando quer, o que faz o amigo?

E se o tentar por fora da mesma é terrorista?

Não veja só um lado, temos de ver os dois.

Abraço

Ehud Olmert disse...

Ai que pena ... talvez o ferroadas e o mescalero não se importassem de levar com 70 rockets de fabrico caseiro por dia.

Afinal são só de fabrico caseiro, como diz o mescalero, qual era o problema cairem-lhes em cima 70 por dia desde que simularam tréguas?

São caseiros !!!
E pergunto: não mataram? Mataram ou não mataram?
Esconderem-se atrás da população civil, crianças, mulheres e velhos, depois de atirarem com os ... roketes caseiros, NÃO É TERRORISMO?

Porquê que não falam vocês disso? e dos bombistas suicidas na Cisjordânia? e dos GOLPISTAS do Hamas?

Acho graça, ... como os roketes QUE MATAM são caseiros, os israelitas que se calem!
Porreiro, pá, vocês calavam-se?

http://www.haaretz.com/hasen/spages/1052237.html

Kaotica disse...

mas afinal quem invade quem? Quantos Palestinos havia na Palestina quando o mundo ocidental com a sua mania de regular tudo e a sua enorme ignorância e desrespeito por qq cultura que não seja a sua própria e mal amanhada democracia resolveu lá enfiar com os Isrealitas no meio depois do holocausto? Por que não enfiaram os judeus todos na América do Norte que tinha espaço vazio como o caraças? Por que os foram enjorcar num país onde havia um povo a quem esse país pertencia? (não me venham argumentar com a Bíblia!)

Digam o que quiserem! Para deslindar a verdade basta saber quem tem realmente interesse nesta guerra (não são as crianças que morrem todos os dias).
Infelizmente tenho que dar razão a quem escreveu num muro aqui perto: ISRAEL=HITLER

mescalero disse...

TIMOR,

Já disse no meu comentário anterior mas digo mais claramente: há culpas dos dois lados.

Um dos problemas quando se discute o médio oriente é que andam todos a acusar os outros de só ver um dos lados da questão. Se aqui tão longe se torna tão difícil a compreensão e a comunicação é de imaginar como será por lá, com mortos e destruição maciça à mistura.

mescalero disse...

Ehud Olmert,

És um caso esplícito do que acabei de dizer. Nunca poderá haver entendimento com esse tipo de extremar de posições.

Os rockets são caseiros e extremamente ineficazes. Servem basicamente para mostrar que o Hamas está activo e transmitir insegurança aos israelitas. Mas que matam, isso não há dúvidas nem ninguém disse o contrário. A questão é que esses rockets podem ser equiparados, como disse o outro, a pedras (que também matam) e a resposta israelita a uma brutal e assassina vingança de pistola em punho. É desproporcional.

Também a realidade de um povo e do outro não são comparáveis. Israel vive bem apesar do terrorismo islâmico. É um país avançado e rico. Não há ameaças externas imediatas porque os países à volta não apoiam o Hamas e estão demasiado dependentes dos EUA, que apoiam intransigentemente Israel, para constituirem ameaça. O Irão seria a única ameaça real mas até prova em contrário não têm capacidade para fazer seja o que for. Israel é um estado nuclear ou estás esquecido?

Já o povo de Gaza vive um cerco total, está guetizado no seu próprio território. Tem as suas infraestruturas a serem destruidas e a ajuda internacional recusada por Israel. O que se passa actualmente pode ser descrito como um genocídio.

Perante isto porquê defender a organização terrorista Hamas ou o estado terrorista Israel?

Acho que o que interessa neste momento é gritar pelo povo que está a ser massacrado. É o mínimo que podemos fazer.

Ehud Olmert disse...

Kaotica disse...
"Por que não enfiaram os judeus todos na América do Norte que tinha espaço vazio como o caraças?"

A resposta a essa pergunta tem quase 3.000 anos, talvez por isso (é de facto muito tempo), se possa compreender que ainda haja pessoas que não sabem e ainda pensem que nos USA é que estavam bem.
Está desculpada


mescalero disse...
"Os rockets são (...) extremamente ineficazes. (...) Mas que matam, isso não há dúvidas. A questão é que esses rockets podem ser equiparados, a pedras."

Às vezes temos que ter uma certa paciência com as coisas que vocês arranjam para se desculparem do que não tem desculpa.
Os roketes são EXTREMAMENTE ineficazes mas MATAM ?
Não percebo.
Mas ainda percebo menos essa de querer comparar os roketes com pedras. Não lembra nem ao diabo.
É a mesma coisa que confundir a Estrada da Beira com a beira da estrada.
Tadinhos dos palestinianos ... os israelitas são uns monstros!

Ai vida, ... já não me bastava o Sócrates.

Anónimo disse...

Para quem não sabe o que são os terrosistas do Hamas, vejam isto:

http://blasfemias.net/2009/01/04/o-que-e-o-hamas/

Foi gente desta que vocês apoiaram?
TENHAM JUIZO que já devem ter idade para isso

mescalero disse...

Ehud Olmert,

Vê lá se prestas atenção à discussão para não andares a dizeres asneiras. A história das pedras começou com o anónimo que disse "Se um vizinho da vossa casa passasse o dia a atirar com 70 pedras ..." Esse anónimo tem a mesma opinião que tu, vê lá.

E as pedras também matam apesar de serem extremamente ineficazes. Tal como os rockets. São ineficázes se os compararmos com o armamento pesado topo de gama e em grandes quantidades que os israelitas estão a atirar para cima dos palestinianos.

"Não percebo."

Vê lá se começas a abrir os olhos e a deixares-te de cinismos imberbes porque é por causa da má fé e ignorância da maior parte da população que os senhores da guerra continuam a sua obra de destruição.


Quanto ao anónimo que pôs o link para esse blog de direita, devia ter mais cuidado porque parece que esse vídeo não é verdadeiro.
Mas mais uma vez afirmo para que não voltem à carga com o mesmo: o Hamas é uma organização terrorista e não a apoio. E dos que criticam Israel não sou só eu que penso assim, é a maioria da esquerda e libertários. Mudem a cassete.

Blog Widget by LinkWithin