segunda-feira, julho 13, 2009

Tempo de mudança

Não somos propriamente o casal de velhinhos que vê partir os filhos à sua vida. Mas experienciamos uma espécie de ensaio geral, na sensação de vê-los partir para terem os seus momentos de felicidade longe da nossa vista (mas não do coração). Hoje lá foram na camioneta, rumo à aventura. Se tudo correr bem vão adorar e vai fazer-lhes bem ao crescimento. As dores de crescimento são reais, quer elas doam nos ossos ou na saudade. Mas aposto que quem sente mais essa nostalgia é quem fica. Quem parte vai sempre ao encontro da novidade. Quem fica... fica à espera de que seja o outro que partiu a trazer a novidade. O melhor que tem a fazer é lançar mãos à obra e aproveitar o tempo mais desocupado para meter mãos à obra. É o que eu chamo ficar colada à casa!

A partir de hoje este blogue vai partir para férias, o que não quer dizer que a sua autora o faça, já que na vida real vai mesmo fazer obras na casa e, para tal começar a encaixotar de tal maneira que esperemos que a mudança não se venha a reflectir no seu perfeito juízo. Aproveito os momentos de fraqueza para colocar por aqui de vez em quando um video e vos ir visitar aos vossos blogues.

Boas férias para todos os que estão de férias!
Boa vida para todos que ainda estejam a trabalhar!
Boa luta para os que estão desempregados ou falidos!

5 comentários:

Mariazinha disse...

Muita força para a trabalheira.
As melhoras do Kaos

Beijokas

o escriba disse...

Boas férias!!!

bjs
Esperança

Pata Negra disse...

Ah pois, esperamos sempre vê-los a voar e quando voam...
Um abraço do filho do avô

Isabel Pedrosa Pires disse...

Kamarada

"Não queria estar na tua pele".
O Kaos já pode dar uma ajudinha?
Os meninos vão ficar com um bronze...
Vamos falando.

Abraço a todos

Kaotica disse...

Amigos

Mesmo a tempo o meu computador anda todo marado, não sei que lhe deu e já não me bastava as limpezas e mudanças reais ainda tive hoje que perder a noite com as limpezas virtuais: estava para aqui uma desarrumação verdadeiramente KAÓTICA! O bicho estava lentinho, lentinho, parecia um Magalhães alentejano!!! (brincadeirinha não tenho nada contra os alentejanos, a minha costela não me permite fazer piadas, só açorda de coentros!)

Beijos, ainda não sei como vou fazer isto mas cá me hei-de arranjar. Obrigada pelas palavras de apoio!!!

Até de vez em quando.

Blog Widget by LinkWithin