segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Matéria Poética I: Cancioneiro Joco-Marcelino de Natália Correia II

Batma(n)rcelíada

Sempre sôfrego do último modelo,
Pela batmania agora cego,
Deixa de ser taxista e eis que Marcelo,
Troca o volante por asas de morcego.
--------------------------------------------------
Batmaníaco bate Marcelo a asa
E, voando para o trono de Lisboa,
já em gula monárquica se abrasa
e ao PPM vai pedir a coroa.
--------------------------------------------------
Mas, ó vampírico afã de comer tudo!
Ao envergar de Batman o fato
Grossa partida prega-lhe esse entrudo
E mais parece Marcelo o Nosferatu.

4 comentários:

Foxylady disse...

Bem metida... gostei da ironia...

Outsider disse...

De Batman a vampiro. Eles comem tudo...
Beijos.

Kaotica disse...

Foxylady

O mérito é todo da Natália Correia, que nós a tenhamos!
Obrigada pela visita. Gostei dos teus blogs. São diferentes, outra onda! Volta sempre.
Abraço!

Kaotica disse...

Outsider

Principalmente se nós nos deixarmos comer... por otários!
Bjos

Blog Widget by LinkWithin