terça-feira, novembro 21, 2006

Parábola dos cortes orçamentais ou Para quê ter um porco se com um chouriço pode ser MUITÍSSIMO mais feliz?

Hoje lembrei-me da música miserabilista da Floribela , ao ouvir a ministra da cultura Isabel Pires de Lima, em dueto com António Mega Ferreira, esganiçando-se num esforço conjunto por nos convencer de o quanto nos devemos sentir felizes e aliviados por já não podermos contar com a edição de 2007 da Festa da Música, que afinal, segundo os próprios, não era grande coisa.

Declarou ela que, apesar do corte orçamental, «a programação que nós temos para o próximo ano é muitíssimo melhor do que aquela que tivemos para 2006», enquanto ele reafirmava em uníssono: «tomámos a decisão de suspender a edição de 2007 da Festa da Música, embora seja substituída por outro evento musical, entre 20 e 22 de Abril, que será proposto pelo CCB e com um orçamento muitíssimo inferior».

Este novo evento, chamado «Dias da Música», talvez inspirado nos anúncios dos “dias difíceis”, terá a sua 1ª. edição dedicada ao piano, ou seja, se antes com a Festa da Música nos tínhamos habituado às orquestras, ou seja, à fartura do porco, agora prometem-nos gozar muito mais só com um chouriço, o que mostra que este ministério, tal como os outros, não faz senão dançar a música que o orçamento de Estado lhe toca.

10 comentários:

Anónimo disse...

Achei vergonhoso o que fizeram. A festa da música já era algo consagrado, tinha o seu público, enchia completamente nos espectáculos, agora vem com um programa de piano... ??
Cá para mim contratam um tipo qq que dá aos dedos e poem ele ali com uma partituras...
Poupam dinheiro mas afugentam o público.

sa morais disse...

olá amiga Kaotica!

Mesmo sem tocar nesta questão especifica: Não percebo como se pode cortar na cultura e esbanjar dinheiro noutras coisas faraónicas. Naquilo que deviamos ter a mesa farta, temos chouriços! E depois temos "chouriços humanos" que ficam com as iguarias para si e para os seus...

Abraço!

Outsider disse...

Esta senhora preciasa é de um chouriço, enfiado num sítio que eu cá sei. Neste país a cultura está a ser colocada nas ruas da amargura. No Porto foi o que se viu nos cortes que a câmara fez às companhias de teatro amador(sim, porque a câmara dava muito mais dinheiro que o governo) o que nos faz correr o risco de perder-mos o FITEI que é um festival já com 20 anos de tradição no Porto. Aí em Lisboa querem dar-vos só um pianinho em vez da orquestra toda, porque há que apertar o cinto...
É lamentável!

Um Abraço.

PiresF disse...

Mas ainda há ministra da Cultura? Com o corte que o Sócrates fez, até pensei que a tinham dispensado por falta de verba para lhe pagar o ordenado, mas enfim, parece que anda por aí com a função e disposição de nos querer convencer, como dizes, que um chouriço é melhor que um porco.
O problema é que haverá quem apoie esta medida. Vais ver!...

Grande abraço.

Rui Martins disse...

bem... das dus uma: ou a gestão do CCB que organizou no ano passado a Festa da Música gastou demasiado dinheiro e deve ser demitida por malbaratar dinheiros públicos, oi o orçamento deste ano é demasiado reduzido... de uma forma ou de outra ficámos a perder...

Kaotica disse...

Dae-su Oh

Parece que ficaste tão escandalizado como eu. Não somos os únicos, felizmente. Hoje ouvi no Forum TSF muitas outras pessoas com quem se passou o mesmo.
Abraços!

Kaotica disse...

Sa Morais

Mas olha que a ministra é tão burra que quis compôr o ramalhete e, a meu ver, ainda foi pior: apareceu hoje de manhã a dizer que a Festa da Música não acabava por falta de dinheiros mas sim por uma mudança nas políticas. Mais valia ter dito que era mesmo por falta de cheta que isso é uma coisa que o povo conhece bem. Assim, em caso de fiasco, será ela a arcar com as responsabilidades!
Abraços para vocês!

Kaotica disse...

Outsider

Devem ter ameaçado a senhora com um tal chouriço que ela agora já diz que não há problemas de dinheiro! Faz tudo parte de uma "mudança de política", disse ela, dando assim entrada directa para o top dos ministros arrogantes que para imporem a sua vontade, deixam tudo em pantanas.

Abraços para vocês!

Kaotica disse...

Piresf

Tens toda a razão. Se ouvisses algumas das opiniões do Forum TSF de hoje... Apareceu lá um burgesso que era o paradigma perfeito da visão empresarial da esperteza saloia aqui do burgo. Dizia ele que achava muito bem que acabassem com essas coisas de cultura, que a Festa da Música era para uma élite (!) e, se ac cultura não é lucrativa há que acabar com ela. Se soubesses os nomes que lhe chamei pela casa fora...manias!
Um grande abraço para ti também!

Kaotica disse...

Rui Martins

A hipocrisia é tanta que já vieram dizer que não é um problema de falta de dinheiro mas que é assim porque é assim que quiseram que fosse. Claro que isso é uma forma de mostrar que quem manda é que dita as regras do jogo. E tens toda a razão: seja qual for o motivo nós é que ficamos sempre a perder.
Abraços

Blog Widget by LinkWithin