domingo, fevereiro 11, 2007

Mascarados

Mascarados

Saiu o Semeador a semear
Semeou o dia todo
e a noite o apanhou ainda
com as mãos cheias de sementes.
Ele semeava tranqüilo
sem pensar na colheita
porque muito tinha colhido
do que outros semearam.
Jovem, seja você esse semeador
Semeia com otimismo
Semeia com idealismo
as sementes vivas
da Paz e da Justiça.

Cora Coralina

4 comentários:

Outsider disse...

Que boa mensagem num belo poema. Não conhecia esta autora.
Beijos.

sa morais disse...

Amiga estou demaisado cansado para deixar comentários com pés e cabeça, mas deixo-te um beijinho! E a promessa de cá voltar com mais tempo.

Kaotica disse...

Outsider

Também não conhecia mas gosto de pesquisar poesia e de transmitir coisas que gosto. Um beijo!

Kaotica disse...

Sa morais

Querido amigo não tens que te desculpar. Cuida do teu botãozinho que ele vai desabrochar. Desejo para ele e para vocês a maior felicidade.
Eu vou estar aqui torcendo por vocês.
Abraços

Blog Widget by LinkWithin