sexta-feira, setembro 07, 2007

A Corrente da Amizade

A Corrente da Amizade consiste em que cada pessoa escolhida indique mais dez blogues com o objectivo de agradecer a gentileza que tiveram de compartilhar connosco as suas artes, pensamentos e um pouco da sua vida. Depois de escolhidos os participantes, devemos fazer uma visita ao blog de cada um e deixar um comentário avisando da corrente. Aqui ficam 10 blogues de amigos bem queridos :

O Wehavekaosinthegarden primeiro porque considero o Kaos genial por tudo e mais alguma coisa.

O “Outminder” porque o Outsider apesar de andar ausente foi durante muito tempo um visitante assíduo do Pafúncio e uma excelente pessoa que nem mesmo na sua ausência deixou de dar o seu apoio num momento bem difícil da minha vida pessoal;

O “As Vicentinas de Bragança” porque o Arrebenta é para mim uma espécie de guru da blogosfera e porque as nossas intuições face à realidade são irmãs gémeas completamente desprovidas de uma moral cristã hipócrita e causadora de muitos dos males da nação (ex: parece que o António Calvário é bicha -- frase emblemática que traduz toda a realidade portuguesa). Além disso partilhamos uma paixão comum: Fernando Pessoa;

O Que Conversa! porque a Renda de Bilros é uma doçura de pessoa, que escreve poemas que eu gosto e uma excelente colaboradora no Conto Livre. Além disso tem uma paciência infinita para visitar o Pafúncio mesmo quando este anda desinspirado;

O Rei dos Leittões porque o João Rato é um amigo sempre presente e também encontrámos uma paixão comum que evocamos a toda a hora: José Mário Branco;

O A Sinistra Ministra porque a Moriae é uma amiga sempre pronta a ir à luta;

O Florzinha de Estufa porque a TC é uma amiga de peso que tem o dom de fazer florir tudo à sua volta e de tornar a blogosfera num lugar mais colorido e perfumado onde é possível apaziguar as almas cansadas de tantas politiquices e trafulhices;

O Oficina Cultural porque o Luiz Carlos Reis (saravá, Luiz Carlos!) tem muito bom gosto e sabe ser aquele amigo silencioso de quem não precisamos de muitas palavras para sabermos que está presente;

O A Braganzónia, porque a Porca da Vila também aparece sempre quando é preciso receber algum alento para continuar;

O Apanha Moscas porque o Luikki é daquelas pessoas que não papam grupos e que certamente não arredam pé quando for mesmo preciso dar a cara e ir à luta.

E cedi a esta corrente (ÚLTIMA VEZ!) porque acredito que é possível conservar um amigo no coração toda a vida mesmo sem o ver ou mesmo conhecer pessoalmente;

Porque acredito que há cumplicidades preciosas do outro lado do mundo que nunca nos chegam a olhar nos olhos, a todo este cordão da amizade dedico um poema de um amigo muito querido que nunca conheci: o Chico Buarque.

Cordão

Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
Ninguém
Ninguém vai me sujeitar
A trancar no peito a minha paixão

Eu não
Eu não vou desesperar
Eu não vou renunciar
Fugir
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir

Ninguém
Ninguém vai me ver sofrer
Ninguém vai me surpreender
Na noite da solidão
Pois quem
Tiver nada pra perder
Vai formar comigo o imenso cordão

E então
Quero ver o vendaval
Quero ver o carnaval
Sair
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir
Enquanto eu puder cantar
Alguém vai ter que me ouvir
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder seguir
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir

7 comentários:

Kaos disse...

Esquecendo o exagero da genialidade o meu obrigado e um grande beijo para ti

Moriae disse...

Obrigada Kaotica, por várias razões: 1º porque de facto é uma honra ser considerada amiga (que penso realmente ser) e 2º porque me colocas como lutadora mesmo depois de quase ter desistido deste tipo de luta, pacífica, informativa, com sentido de humor e consciente que é a dos blogues. Agradeço o teu voto de confiança expresso duplamente: nesta corrente e na tua reentrada na Sinistra Ministra.
Bjos amiga!

Porca da Vila disse...

Obrigada pela lembrança, que muito me honra. Não prometo é indicar já de seguida os meus dez.

Um Xi da Porca

João Rato disse...

Kaótica
é incrível como com meia dúzia de textos e citações mais umas meras trocas de comentários, nos vamos identificando uns com os outros e, mais que isso, percebemos a amizade!
Aceitamos isso sem pretensões de conhecer caras ou vidas, porque achamos que deve ser assim, talvez porque sabemos que um passo em frente pode trair a felicidade do nosso imaginário.
Estou seguro da prova de amizade aqui registada. Deixe-me dar-lhe os parabens na forma como tratou o assunto e como referiu cada um dos contemplados.
Vou tentar dar-lhe seguimento com cuidado de não nos vermos enrolados nas correntes!
Tem à perna um sério amigo!

rendadebilros disse...

Porque havia eu de ficar zangada? Agradeço-te a distinção com muitos beijos...Bom fim de semana.

Luiz Carlos Reis disse...

Obrigado pelo carinho gostoso!

É certo que darei seguimento à corrente!

Beijo com flores!

TC disse...

Obrigada Ka�tica! Em directo e ao vivo da minha floresta tropical privada eheh
bjtc

Blog Widget by LinkWithin